Time  11 hours 19 minutes

Coordinates 3536

Uploaded May 2, 2017

Recorded May 2017

-
-
627 f
-3 f
0
16
33
65.79 mi

Viewed 511 times, downloaded 1 times

near Ilha das Cobras - Lemos Torres, Pernambuco (Brazil)

Magnífico passeio de cento e tantos km, mistão, uma boa parte por estradas de terra. Com o Maré Bikers, saímos da Jaqueira às seis e meia, Paulo, Baga, Suelan, Tasso, Silvinha, Zeca, Nildo, Ricardo Cabral, Pedro, Berna e Águia. No posto de gasolina da entrada para Brennand, Ruy se juntou ao grupo.

Subimos pela UR7 para a Estação Cosme e Damião, depois Arena, onde paramos no posto de gasolina. Continuamos pela 408 e entramos na estrada de terra para Queira Deus, sem seguir para a barragem. Pegamos à esquerda, estrada para Matriz da Luz. Como se pode ver nas fotos, as estradas estavam com muita poça de água e barro grudento.

Em Matriz da Luz, reabastecimento em um mercadinho e seguimos por terra para a Barragem Várzea do Una. Em uma subida, o segundo pneu furado de Pedro, paramos para trocar a câmara. Por sorte, uma casa ao lado vendia picolés e acampamos lá durante a troca da câmara. Silvinha aproveitou para fazer suas tradicionais entrevistas com os moradores.

Chegamos à Várzea do Una, uma barragem com belas paisagens em volta. Contornamos parte da barragem e entramos na mata de eucaliptos, descendo depois para o estradão de Tapacurá. Antes da barragem, entramos na estrada do Engenho Tabocas, cruzamos o Rio Tapacurá e adentramos o distrito de Itapema. Abastecimento de água, refrigerantes e picolés.

Saímos de lá e logo chegamos à Chã de Alegria, objetivo do dia. O self-service de Dona Nêni estava fechado, mas conseguimos boa comida no Restaurante Zé Luís. Cupim, patinho, frango, todos os pratos por 14 reais, e ainda algumas cervejas. Um descansozinho na frente do restaurante, tomando sorvetes e picolés.

Iniciamos, então, a etapa final, toda por asfalto. Saímos de Chã pela PE-40, desembocamos na BR-408 e fizemos breve parada na Acerolândia. Daí em diante, percurso tranquilo por Tiúma, São Lourenço, Camaragibe, Dois Irmãos, com o grupo diminuindo gradativamente, os ciclistas desgarrando para suas casas. Os remanescentes, Paulo, Baga, Suelan e Tasso, ainda foram tomar umas cervejinhas em um bar do Parnamirim.

Excelente passeio, belas paisagens, atrapalhados um pouco pelas estradas molhadas, pessoal divertido.

Comments

    You can or this trail