Moving time  3 hours 53 minutes

Time  6 hours 33 minutes

Coordinates 1975

Uploaded April 14, 2019

Recorded April 2019

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
3,574 ft
179 ft
0
1.8
3.6
7.13 mi

Viewed 1553 times, downloaded 61 times

near Vila Nova, Santa Catarina (Brazil)

ATENÇÃO, a real quilometragem percorrida é de aproximadamente 6 km. Durante as pausas o wikiloc continuou contabilizando distância, por isso a track ficou com quase 12 km. A altimetria está correta.
O Pico Jurapê é umas das montanhas mais difíceis de Santa Catarina, além de ser a montanha que deu inicio ao montanhismo catarinense, na internet você vai encontrar várias informações legais sobre essa história. A trilha começa em um belo pasto, cortado por um rio, que você pode usar para se refrescar depois da trilha (a altitude neste ponto é de 50 metros). Seguindo pela estrada, toma-se à esquerda em um matagal e começa a subida. Caminha-se por uma velha estrada de empresa madeireira, uma trilha bem aberta quase que até o primeiro rio, já na faixa dos 550 metros de altitude. Passando por trás de um morro, continua-se subindo até chegar no Rio Cebolanos, na altura dos 700 metros. Chegando no rio, seguindo o curso da água é possível chegar na Janela do céu, um belo mirante estilo “borda infinita”. A partir deste ponto não há mais nenhum lugar para coleta de água potável. Este trecho representa uma subida com 400 metros de desnível o que requer muito preparo físico, é a pior parte da trilha. Muitos trechos de escalaminhada. Chegando ao cume (1149 metros) existem pelo menos 4 áreas bem definidas de acampamento, duas centrais, uma virada para oeste e outra para leste. É possível avistar Joinville e outros picos da região como por exemplo: Pelado, Vestido, Castelo dos Bugres, Tromba, Monte Crista, Campos do Quiriri, Serra Queimada, Serra do Boi. No topo havia bom sinal de telefonia e internet da operadora Vivo. Não esqueça de assinar o livro do cume. A montanha estava bem limpa, não vimo sujeira durante a trilha, lembre-se de levar seu lixo consigo. Não faça fogueiras. Evite ao máximo dias de chuva. Vá preparado fisicamente pois a trilha é muito exigente.


IN ENGLISH:
PAY ATTENTION, the trail’s real distance is about 6 km. The GPS keep counting while I was not moving, that’s why my trail has almost 12km. The altimetry is correct.
The Jurapê Peak is one of the most difficult mountais in Santa Catarine, and is also the place where the mountaineering started in our state, over the internet you’ll find many information about it. The trails starts in a beautiful field with a water stream, where you can refresh yourself after the hike (the altitude here is 50 meters). Following the road, you’ll take the left and start the ascent, until you reach the first river at 550 meters height. The trail leads to the Cebolano’s river, which is your last chance to get fresh water. At this river, if you follow the water stream you’ll find the Sky’s window, a beautiful place to take pictures. From this river on, there are 400 vertical meters to climb, that’s the most difficult part of the trail. While in the summit (1149 meters), there are 4 main areas to camp: 2 central, West and lest. The summit view shows you the city of Joinville and another mountains: Pelado, Vestido, Castelo dos Bugres, Tromba, Monte Crista, Campos do Quiriri, Serra Queimada, Serra do Boi. There is mobile and internet area (VIVO). Don’t forget to sign the summit book. The trail is clean, there is no trash, bring your trash back with you. Don’t do fires. Avoid rainy days. Go prepared, the trai lis very hard.
Waypoint

Portão

Gate
Waypoint

Portão com degrau

Gate and steps
Intersection

Bifurcação

Bifurcation
Intersection

Bifurcação

Bifurcation
Waypoint

Arvore

Three
Intersection

Bifurcation

Bifurcation
River

Rio

River
River

Água

Water
Waypoint

Árvore

Three
River

Rio Cebolano

Cebolano's River
Waterfall

Janela do céu

Sky's window
Summit

Cume leste

East summit
Summit

Cume Oeste

West Summit

10 comments

  • Photo of lavaiela

    lavaiela May 3, 2019

    Onde deixaram o carro?

  • Photo of eduardowck

    eduardowck May 3, 2019

    Na rua mesmo. Bem no ponto de partida. Nao conheço nenhum serviço de estacionamento ali.

  • Photo of Ícaro Paulichei

    Ícaro Paulichei May 3, 2019

    Eduardo, excelente as informações! Algum ponto de exposição (risco de queda)? Algum ponto de perigo escondido? Vi que a data da sua track é recente, tinha muitos bichos ? (Cobra, aranha ..) **Apagarei essa pergunta/review depois! Pretendo subir sozinho, por isso questiono! Valeu!!

  • Photo of eduardowck

    eduardowck May 4, 2019

    Obrigado Ícaro! Exposição não tem. As subidas são bem íngremes mas tem muito mato e raiz pra se segurar. Na janela do céu sim, tem exposição, cuidado, ainda mais que ali é bem liso. Mas a visita ali é opcional, pois desvia da trilha um pouco. Com relação aos bichos, sim tem bastante. Principalmente se você for o primeiro do dia a subir o pico (logo de manhã cedo), provavelmente vai ter que desmanchar uma centena de teia de aranhas. Algumas pequenas e outras impressionantes rsrs. Encontramos com uma jararaca também, próximo ao cume. Foi tenso, mas fizemos o manejo pra tirar ela da trilha. Não tivemos problemas com carrapatos, mas mosquitos e maruins tinha de monte. Isso tudo claro, pois o clima ainda estava quente (e ainda está, pelo menos hoje 03/05/19). Quanto mais perto do inverno menos bichos você verá... boa subida!!

  • Photo of Ícaro Paulichei

    Ícaro Paulichei May 4, 2019

    Eduardo,
    Eu estava planejando subir amanhã, entre 5~6hrs, para poder retornar cedo, mas com suas informações, bem recentes, a questão dos bichos, ainda mais cobras, me ajudaram a esperar mais uns dias haha ou aguardar um dia que eu consiga subir mais tarde ou acompanhado! Valeu pelas dicas e assim que eu conquistar o Jurapê com a ajuda da sua track, volto aqui nos reviews! Abraços

  • Photo of Adayle Weber

    Adayle Weber Aug 5, 2019

    I have followed this trail  View more

    Maior dificuldade foi para subir as pedras com as cordas.

  • Photo of fabriciosb

    fabriciosb Dec 29, 2020

    Olá, Eduardo! Primeiramente parabéns pelo relato e obrigado pela track. Estou me organizando pra fazer agora no início de janeiro ela com meu sobrinho, e queria saber algumas informações, se puder me ajudar. Não sou de SC. Queria saber se nessa época é muito frio o cume, e quantos graus - deve fazer, pra eu saber qual saco de dormir levar. Costuma chover em janeiro por lá TB? Outra coisa que queria saber se é tranquilo acampar por lá, ou é perigoso. Tem muito movimento durante a semana nesse início de janeiro? Queria deixar a barraca fechada e dar um passeio por lá, até a uma cachoeira se tiver. Agradeço novamente pelas informações. Abraço

  • Photo of eduardowck

    eduardowck Dec 31, 2020

    Olá! A noite no cume nessa época deve fazer algo entre 15-20, a tarde com certeza passa dos 30, sendo inviável permanecer exposto. Sim, em janeiro quase todos os dias chove no fim da tarde (tempestades de verão). Não é muito movimentado, e como é uma montanha difícil de subir, o pessoal “maloqueiro” não vai muito lá, mais montanhistas e trail running, não considero perigoso. Antes do esforço final pro cume tem uma cachoeira, uma piscina natural, uma janela com uma bela vista. Mas acho inviável ir ao cume e voltar ali pois são uns 300metros de desnível vertical entre esses dois pontos. Penso que o certo é passar a tarde Nesse ponto se refrescando e depois subir ao cume para pernoitar. Esse ponto está marcado na minha track como Rio cebolano e janela do céu.

  • Photo of fabriciosb

    fabriciosb Dec 31, 2020

    Ótimo. Muito obrigado pelas informações e conselhos. Uma ótima passagem de ano, Eduardo.

  • Photo of fabriciosb

    fabriciosb Jan 7, 2021

    I have followed this trail  View more

    A track é perfeita. Mais uma vez obrigado, Eduardo, por compartilhar.
    Achei muito difícil pois fiz ela em dias de chuva, como já orientado na descrição é altamente não recomendado nessas condições. Muito escorregadia do início ao fim. Terra argilosa, pedras escorregadias. Os últimos 400mts são os mais exigentes fisicamente, mesmo. Descrevo meu percurso, informações e dicas no meu track tb pra quem quiser. Fiz ela em 3 dias. Nos dias 4,5 e 6 de janeiro de 2021.
    Abraço

You can or this trail