Time  10 hours 19 minutes

Coordinates 612

Uploaded March 28, 2018

Recorded April 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
4,790 f
3,205 f
0
1.0
2.0
4.01 mi

Viewed 64 times, downloaded 19 times

near Madeireira Dal’Pai, Paraná (Brazil)

Fazenda canal até alvorada 2

2 comments

  • Photo of gvogetta

    gvogetta Apr 2, 2018

    POR FAVOR! MAIS RESPONSABILIDADE AO POSTAR TRAJETOS NO WIKILOC!


    ESTE AQUI NÃO É O TIPO DE LOCAL/TRACKLOG QUE DEVERIA ESTAR SENDO COMPARTILHADO ABERTAMENTE. Trata-se de trajeto em área intangível do Parque Estadual Pico do Marumbi, portanto proibido o acesso e a sua visitação pública.
    Por estas razões, a postagem desta tracklog (e de quaisquer outras na mesma região) será reportada às autoridades competentes para as providências de ordem administrativa, que incluem a autuação e multa dos responsáveis. Quem já andou na região sabe, ou ao menos deveria saber que se trata de um patrimônio natural que deve ser respeitado, e sobretudo mantido a salvo e preservado.


    Além disso, na minha opinião, a divulgação deste tipo de trajeto constitui risco de pessoas desavisadas ou sem noção a seguirem e protagonizarem ocorrências infelizes e colocarem em risco a vida de outras pessoas no resgate!

  • Photo of gvogetta

    gvogetta Apr 2, 2018

    I have followed this trail  View more

    Repetindo o que tenho dito em outras postagens de tracks desta mesma área, dados os sérios riscos e os recorrentes resgates na mesma região:
    - Com exceção de alguns trechos, este trajeto retrata área onde não há trilha estabelecida, razão pela qual o classifico como de NÍVEL MUITO DIFÍCIL, SÓ PARA EXPERIENTES e que percorre área de preservação ambiental permanente e de acesso PROIBIDO por ser área de Parque Estadual. Os infratores ficam sujeitos à multa e sanções administrativas e criminais. Apesar de atualmente haver rastros em alguns trechos, não apresenta sinalização, possui diversas “perdidas” e é recomendada apenas para pessoas com experiência em travessias de montanha em regiões de mata atlântica e com proficiência em orientação por locais sem trilhas, pois oferece riscos reais de desorientação e à integridade física.


    Ali não é passeio! É trajeto em mata densa e fechada, por vezes sem rastros, região repleta de gretas recobertas por vegetação, oferecendo sérios e reais riscos de quedas e lesões sérias. Alto índice de pessoas perdidas e sinistradas na área. Definitivamente NÃO É LUGAR PARA BRINCAR COM A SORTE se você não possui experiência, segurança ou mesmo equipamento adequado!


    Ao trilhar pela região você se torna o principal responsável pela sua conservação, assim como pela sua segurança e a de seus companheiros de caminhada. LEMBRE-SE:
    - NÃO VÁ sem dispor de equipamentos apropriados, como lanterna de cabeça e pilhas sobressalentes, proteção contra chuva e frio (as condições climáticas mudam rápido na serra). Comum acidentes ocorrerem ali, necessitando intervenção dos bombeiros. Apesar da proximidade com Curitiba e Piraquara, uma chamada de resgate naquela área vai levar horas para ser atendida e tirar alguém de lá numa roubada, o que não será nada agradável, acredite.
    - PRESTE ATENÇÃO onde pisa, onde senta e onde se segura. Cobras, aranhas e outros animais potencialmente perigosos são encontrados com frequência na área e constituem riscos reais em qualquer área selvagem;
    - TRAGA TODO o seu lixo de volta consigo. Se conseguiu levar a mochila cheia, pode muito bem trazê-la de volta com as embalagens vazias;
    - NÃO FAÇA FOGUEIRAS. Toda a área é de preservação ambiental permanente e é muito sensível a incêndios florestais, especialmente no inverno. EVITE ao máximo FUMAR e, se o fizer, sobretudo não descarte suas bitucas no caminho - apague-as com água e traga junto com o seu lixo;
    - Necessidades fisiológicas devem ser feitas longe de cursos d'água (pelo menos a 50m de distância). Dejetos sólidos devem preferencialmente ser acondicionados em um SHIT TUBE e trazidos de volta consigo, ou ser enterrados e o papel higiênico trazido de volta com seu lixo. A água das nascentes próximas abastece Curitiba, então certamente é a água que vai para a sua casa também;
    - NÃO DESMATE, não abra novas trilhas, não colha plantas ou mesmo flores. FAÇA SILÊNCIO e desfrute da natureza como ela é, inclusive seus sons característicos;
    - NÃO faça marcas nas árvores, não coloque fitas ou sinalize partes da trilha, isso só deve ser feito por pessoas qualificadas e dentro de um plano de manejo.
    "A natureza também pertence aos que ainda estão por vir"

You can or this trail