-
-
1,375 f
1,152 f
0
0.5
1.0
2.03 mi

Viewed 358 times, downloaded 5 times

near Russinhas, Pernambuco (Brazil)

7ª Expedição

Data: 29/07/2017
Local: Linha Férrea lado Oeste a partir do Viaduto V3- Serra das Russas na Cidade Gravatá/PE
Localização Geográfica = Latitude: 8°10'25,38"S ; Longitude: 35°30'04,17"O

O trecho ferroviário na Serra das Russas visitado, tem um total 25 km, e foi construído no fim do século XIX entre 1886 e 1894. Foram necessários 8 anos para que se construíssem 21 túneis e 9 viadutos, a demora na execução da obra foi em face do grande obstáculos que ao chegar na cidade de Pombos/PE a ferrovia teria de vencer para chegar a cidade de Gravatá/PE, que era a Serra das Russas. Os viadutos inicialmente construídos de ferro, devido ao desgaste, foram todos substituídos por estruturas de concreto entre os anos de 1945 e 1947, pela Great Western. Destaca-se o viaduto da Grota Funda - V3, com 180 m de extensão e a 48m de Altura.

A Estrada de Ferro Central de Pernambuco (Linha Tronco Centro), da qual faz parte o trecho Recife/Gravatá, teve sua construção iniciada em 1881 pela empresa inglesa The Great Western Railway Company Limited, sendo no ano de 1885, a data de inauguração do primeiro trecho dessa estrada de ferro, ligando o Recife à Bonança. Em 1886, a ferrovia já atingia a cidade de Pombos. No ano seguinte, estava em Russinha, no município de Vitória de Santo Antão. Porém, só no ano de 1894, a estrada de ferro chegaria à cidade de Gravatá/PE. Essa demora, foi decorrente da dificuldade de acesso a cidade de Gravatá, cujo percurso passava por terrenos montanhosos, denominado de Serra das Russas. Coube ao geólogo norte americano John C. Branner, o estudo da natureza geológica para a definição do "greide", ao longo do qual estariam vários túneis, pontilhões e viadutos. O traçado desse percurso coube ao engenheiro Eugênio de Melo, que projetou não apenas os túneis, como também os pontilhões e viadutos, que estão localizados ao longo do trecho da estrada de ferro até a cidade de Gravatá/PE.

Os viadutos e pontilhões foram originalmente construídos em perfis metálicos, de ferro, cujos elementos eram fixados entre si, através de cravos, rebites e parafusos. Destacava-se pela sua engenhosidade, o viaduto da Grota Funda, com 180 m de extensão e a 48m de altura, dos pontilhões originais dessa época, restam apenas os que se encontram nas proximidades das estações ferroviárias de Vitória de Santo Antão e Gravatá. O projeto inicial contemplou um total de vinte e um túneis, porém, sete deles vieram a se transformar em cortes céu aberto, por comodidade técnica. O primeiro túnel foi aberto em 1887, conforme registro ainda existente na boca desse túnel.

Nos anos de 1945 a 1947, os pontilhões e viadutos metálicos foram substituídos, por outros em estrutura em concreto armado. Ainda assim, esse trecho da ferrovia mantém a beleza do seu traçado e a ousadia das obras de engenharia ao longo do seu percurso. Em 1986, o trecho da estrada de ferro Recife/Gravatá foi tombado, através do Decreto Estadual nº11.238, por se constituir um marco da engenharia no Estado de Pernambuco.
 
Viaduto da Grota Funda / Viaduto Cascavel / V3, o maior viaduto ferroviário da Linha Tronco Centro:
 
Localização: Estrada de Ferro Central do Recife
Inauguração: 1894 (Estruturas Metálicas com Ferro pudlado)
Responsável: The Great Western Railway Company Limited
Dimensões: 180 metros de comprimento e 48 metros de altura
Reconstrução: Década de 1940 (Estrutura em concreto armado)
Projeto: Firma Christiani & Nielsen

Nos anos de 1945 a 1947, os pontilhões e viadutos metálicos foram substituídos, por outros, em concreto armado. Ainda assim, esse trecho da

Fonte: http://www.andrademahn.com.br/estrada.htmaltura.

Great Western (1881-1950)
Rede Ferroviária do Nordeste (1950-1975)
RFFSA (1975-1996)
Transnordestina Logística SA (1996-Atual)

http://trilhanostrilhos.wix.com/trilhanostrilhos#!blank-3/p3cpx

Comments

    You can or this trail